As provas de função respiratória permitem detectar doenças respiratórias e oferecem uma avaliação pormenorizada da função pulmonar.

Existem diversos tipos de prova e cada um deles avalia um aspecto diferente da função pulmonar.

De um modo geral, essas provas permitem medir a capacidade de retenção do ar, as capacidades inspiratória, expiratória e de troca de oxigénio e de anidrido carbónico.

Como regra, estas provas são adequadas para determinar o tipo e a gravidade das perturbações pulmonares mas não permitem definir a causa específica da doença. Contudo, utilizam-se para diagnosticar algumas doenças como a asma.

As provas de função respiratória incluem a capacidade pulmonar e a velocidade de débito (espirometria), a prova de débito-volume, a avaliação da força muscular e a medição da capacidade de difusão.