A neuropsicologia atua mais frequentemente no estudo das funções mentais superiores, sem deixar de estudar áreas como agressividade, sexualidade, que tradicionalmente são investigadas por abordagens fisiológicas e biológicas (neurobiologia, neurofisiologia, psicofisiologia, psicobiologia). Desse modo a neuropsicologia compõe fortemente o campo das neurociências, com ênfase na neurociência cognitiva.
A neuropsicologia  estuda as relações entre o cérebro e o comportamento humano.