A biópsia da tireoide consiste na análise histopatológica de tecido orgânico retirado de nódulos tireoidianos, para decidir se eles são malignos ou não. A maneira mais simples de fazer isso é a aspiração de células com agulha fina a partir do nódulo tireoidiano em causa, conhecida por punção aspirativa por agulha fina ou PAAF. As células aspiradas são posteriormente enviadas para análise em um laboratório de patologia.